Início Artigos de aquário de água salgada DICAS PARA ILUMINAR UM TANQUE DE RECIFE

DICAS PARA ILUMINAR UM TANQUE DE RECIFE

0
DICAS PARA ILUMINAR UM TANQUE DE RECIFE

Quando se trata de manter um tanque de recife próspero, o tipo de sistema de iluminação que você escolhe é extremamente importante. Se você espera manter um tanque de recife saudável e próspero, você tem algumas coisas em que pensar. Além de decidir que tipo de peixes e corais você deseja cultivar em seu aquário, você também precisa pensar em quais equipamentos usará. Você não apenas precisa decidir sobre um sistema de aquecimento e filtragem de qualidade, mas também precisa escolher um sistema de iluminação de aquário que ilumine seu tanque e forneça aos organismos fotossintéticos a energia necessária para prosperar. A iluminação do aquário serve a um propósito muito importante no tanque de recife e, a menos que você entenda sua importância, você pode fazer a escolha errada e seu tanque pode sofrer como resultado. Antes de escolher a iluminação para o seu tanque de recife, reserve um tempo para aprender o básico para que você possa tomar uma decisão informada.

Requisitos de iluminação

Antes de escolher um sistema de iluminação para o seu tanque de recife, você precisa pensar sobre o tipo de habitantes do tanque que deseja manter. Enquanto a maioria dos peixes de água salgada não tem uma necessidade biológica de um certo tipo de iluminação de aquário, organismos fotossintéticos como corais e algas marinhas têm. Em um tanque de recife, a iluminação faz mais do que melhorar a aparência do seu tanque e de seus habitantes – ela realmente fornece uma fonte essencial de energia que seus corais e algas precisam para viver. O sistema de iluminação que você escolher para o seu aquário de recife deve fornecer luz na intensidade ideal e na extremidade direita do espectro para manter seus corais e algas marinhas saudáveis.
Como regra básica para determinar quanta luz seu aquário precisa, você deve considerar que a maioria dos tanques de recife requerem uma média de 4 a 6 watts por galão de luz para corais com pouca luz e até 10 a 12 watts por galão para corais que requerem mais luz. Para determinar os watts por galão que qualquer lâmpada fornece, basta dividir a potência pela capacidade do seu tanque. Por exemplo, para fornecer um tanque de 120 galões com 4 watts por galão, você precisaria de um total de 480 watts de luz. Lembre-se de que alguns corais exigirão mais luz do que outros, portanto, pesquise as espécies específicas que pretende manter antes de escolher a iluminação do aquário.

Leia também  OS BENEFÍCIOS DE COMPRAR PEIXES DE ÁGUA SALGADA ON-LINE

Tipos a considerar

Alguns dos tipos mais comumente usados ​​de iluminação de aquário para tanques de recife são lâmpadas fluorescentes e lâmpadas de iodetos metálicos. As lâmpadas fluorescentes vêm em uma variedade de formas diferentes, incluindo saída normal (NO), saída muito alta (VHO) e potência compacta. NÃO as lâmpadas fluorescentes são muito fáceis de encontrar e estão disponíveis em uma ampla variedade de tamanhos e potências. As lâmpadas fluorescentes VHO emitem luz até três vezes mais intensa do que as lâmpadas NO, mas também requerem cerca de três vezes mais energia. As lâmpadas Power Compact utilizam tecnologia semelhante à iluminação VHO, produzindo luz de alta intensidade sem ocupar muito espaço. Muitos aquaristas consideram as lâmpadas de iodetos metálicos a melhor escolha para tanques de recife porque simulam a luz solar natural e são intensas o suficiente para penetrar nas águas profundas do aquário e alcançar os corais marinhos.
O problema com sistemas de iluminação de alta intensidade como VHO, power compact e iodetos metálicos é que eles tendem a produzir muito calor. Para manter seu tanque de recife saudável, você deve manter os parâmetros de água estáveis ​​e isso inclui a temperatura do tanque. Se você planeja usar um sistema de iluminação que produz calor, certifique-se de instalar um ventilador auxiliar ou resfriador de aquário para evitar o superaquecimento do tanque. Você também deve estar ciente de que alguns sistemas de iluminação de alta potência, como VHO e iodetos metálicos, podem exigir o uso de um reator eletrônico para fornecer energia para produzir essa iluminação de alta intensidade.

Opções de cores

Além da potência e intensidade da luz que você escolhe para o seu aquário, você também precisa considerar a cor (ou espectro) da luz. A luz visível é medida em nanômetros em um espectro de cores que varia de cerca de 390nm a 750nm. A configuração ideal para um tanque de recife incluiria uma combinação de luz de espectro total, actínica e 50/50. As lâmpadas actínicas produzem luz da extremidade azul do espectro, que tem maior capacidade de penetrar em águas profundas do que a luz branca e as lâmpadas 50/50 produzem uma mistura de luz branca e azul que ajuda a promover o crescimento saudável dos corais. Além da cor do espectro da lâmpada, você também deve considerar a temperatura da cor que é medida usando uma classificação Kelvin. Lâmpadas com classificação Kelvin acima de 5500K produzem luz azul-esverdeada “fria” e lâmpadas com classificação abaixo de 3000K são amarelo-vermelho, ou “quente”. Uma das opções mais populares para tanques de água salgada é a lâmpada de luz diurna de 6500K de espectro total, embora as lâmpadas de 10000K também sejam uma boa opção.
Agora que você conhece o básico sobre iluminação para tanques de água salgada e recifes, você pode tomar uma decisão informada sobre qual sistema de iluminação é ideal para você.

Leia também  COMO PREVENIR DOENÇAS DOS PEIXES DE ÁGUA SALGADA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui