Início Artigos de aquário de água doce OS BÁSICOS DA COMPATIBILIDADE DE PEIXES DE ÁGUA DOCE

OS BÁSICOS DA COMPATIBILIDADE DE PEIXES DE ÁGUA DOCE

0
OS BÁSICOS DA COMPATIBILIDADE DE PEIXES DE ÁGUA DOCE

Quer você seja novo no aquário ou não, há algumas coisas que você deve saber sobre a compatibilidade de peixes de água doce. Se você não entender o básico, poderá ter problemas para manter um ambiente de aquário comunitário saudável. Muitos aquaristas novatos cometem o erro de presumir que estocar um aquário é fácil. Embora certamente não seja a tarefa mais difícil que você poderia realizar, selecionar os peixes para o seu aquário de água doce é uma tarefa que requer consideração cuidadosa. Se você selecionar o peixe errado para o seu aquário, poderá ter problemas para manter a paz entre as espécies que você mantém e pode nunca alcançar um ambiente de aquário comunitário saudável e feliz. Neste artigo, você aprenderá o básico sobre a compatibilidade de peixes de água doce para que possa estocar corretamente seu aquário na primeira vez.

Compreendendo a compatibilidade dos peixes

Os aquaristas usam o termo “compatibilidade de peixes” para descrever a capacidade das espécies de peixes de coexistirem pacificamente com outras espécies. Alguns peixes têm temperamentos muito brandos e podem ser mantidos em um tanque com praticamente qualquer outro peixe, mas algumas espécies podem ser muito agressivas e é melhor mantê-los sozinhos. A chave para manter um ambiente de aquário comunitário saudável é estocá-lo com a combinação certa de espécies para garantir que todos os seus peixes coexistam pacificamente. Antes de fazer isso, no entanto, você precisa entender como avaliar a computabilidade dos peixes.

É importante perceber que, embora o temperamento dos peixes individuais varie em algum grau, a maioria das espécies pode ser dividida em várias categorias com base em sua compatibilidade com outros peixes. Algumas espécies podem se dar bem com outros peixes nas circunstâncias certas, enquanto outras simplesmente não deveriam ser mantidas com outros peixes. A menos que você saiba em qual categoria os peixes que está considerando se enquadram, você não deve continuar estocando seu aquário. Na próxima seção, você aprenderá sobre as três categorias de compatibilidade de peixes.

Leia também  TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O ANJO DE ÁGUA DOCE

Categorias de compatibilidade

Quando se trata de peixes de aquário de água doce, as espécies geralmente são divididas em categorias com base em seu temperamento. A maior categoria de peixes é geralmente descrita como sendo espécies pacíficas ou “comunitárias” – esses peixes têm temperamentos amenos e geralmente podem ser mantidos com qualquer outra espécie de peixe comunitário. Algumas das espécies pertencentes a este grupo incluem cauda de espada, guppies, platies, mollies, danios e a maioria dos tetras. Os peixes pertencentes a esta categoria são geralmente menores em tamanho e tendem a prosperar quando mantidos em cardumes com vários de sua própria espécie. O principal aspecto a se ter em mente com essas espécies é que é melhor mantê-las em grupos com pelo menos 4 a 6 de suas próprias espécies. Algumas espécies, como tetras serapeutas e farpas de tigre, são muito pacíficas em grandes grupos, mas podem se tornar agressivas se mantidas sozinhas ou em pares.
A segunda categoria de compatibilidade de peixes é semi-agressiva – esses peixes geralmente podem ser mantidos com espécies da comunidade, mas podem exibir comportamentos agressivos ou territoriais em certas situações. Para a maior parte, é recomendado que apenas um macho de qualquer espécie semi-agressiva seja mantido no tanque por vez e você deve fornecer muitos esconderijos para as espécies mais pacíficas em seu tanque no caso de elas precisarem se retirar de seus companheiros de tanque semi-agressivos. Algumas das espécies pertencentes a esta categoria incluem farpas, enguias, tubarões, gouramis e botias. Você pode manter várias espécies semi-agressivas em seu tanque se ele for muito grande e se você tiver muitas decorações para fornecer esconderijos para peixes e quebrar linhas de visão. Peixes semi-agressivos provavelmente estabelecerão parte do tanque como seu território e, desde que seu tanque seja grande o suficiente para permitir que todos os peixes semi-agressivos façam isso, eles se darão bem.

Leia também  CICLISMO SEM PESO DE ÁGUA DOCE

A categoria final de compatibilidade de peixes inclui espécies de peixes grandes e muito agressivas. Esses peixes costumam exibir tendências agressivas e territoriais, principalmente entre machos da mesma espécie. Em muitos casos, é melhor manter peixes muito agressivos sozinhos ou apenas em tanques com outros de sua própria espécie. Algumas das espécies pertencentes a esta categoria incluem ciclídeos como Oscar e ciclídeos africanos. Grandes bagres e plecostômios também podem se tornar muito agressivos. Como pode ser difícil manter a paz em um aquário que abriga espécies de peixes muito agressivas, espécies agressivas geralmente não são recomendadas para aquaristas iniciantes. Também é importante notar que muitas espécies de peixes agressivos tornam-se agressivos não apenas em torno de peixes da mesma espécie, mas em torno de peixes que parecem semelhantes – estes são chamados de co-específicos.

Dicas para estocar seu tanque

Agora que você conhece os fundamentos da compatibilidade dos peixes de água doce, terá uma ideia melhor de como estocar com segurança seu aquário de água doce. Se você pretende cultivar um aquário comunitário, é melhor limitar-se a espécies comunitárias de peixes. Você também pode ser capaz de manter algumas espécies semi-agressivas no aquário comunitário, contanto que você tenha bastante espaço no tanque e não mantenha mais de um macho de qualquer espécie semi-agressiva no tanque ao mesmo tempo. Se você é um aquarista experiente e gostaria de manter espécies de peixes mais agressivas, certifique-se de ter um tanque grande o suficiente para acomodá-los e pesquise as espécies para descobrir se elas podem ser mantidas com outros peixes ou se eles são mais bem mantidos com outros de sua própria espécie.
Independentemente do tipo de peixe que você pretende criar, é importante evitar o excesso de estoque em seu aquário. Se você tentar manter muitos peixes em seu aquário, não importa se eles são de uma comunidade, espécies semi-agressivas ou agressivas – você provavelmente terá problemas. Se o seu aquário ficar muito lotado, é provável que os peixes fiquem estressados ​​e não consigam atingir todo o seu potencial em tamanho e coloração.
Se você realmente deseja cultivar um aquário de água doce saudável e próspero, sua melhor aposta é fazer algumas pesquisas antes de comprar para determinar quais espécies de peixes você deseja criar e com que outras espécies eles são compatíveis. Quanto mais preparado você estiver antes de iniciar o seu tanque, maior será a probabilidade de sucesso.

Leia também  DICAS PARA ENRAIZAR, PODAR E PROPAGAR PLANTAS DE AQUÁRIO VIVAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui